Confira o que levar no dia da prova do concurso da PM e do Corpo de Bombeiros da Paraíba

As provas de exame intelectual do concurso da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros da Paraíba vão ser aplicadas neste domingo (29). Quase 80 mil candidatos se inscreveram no certame e devem fazer as provas em João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras. Veja o que é permitido e o que é proibido levar no momento da prova.

>>> Veja como conferir o local de aplicação do exame intelectual do concurso da PM e do Corpo de Bombeiros da Paraíba

Segundo a convocação para realização do exame intelectual, os portões dos locais de provas serão fechados às 9h. O edital do concurso indica que os candidatos cheguem ao local de aplicação da prova com antecedência mínima de 60 minutos, ou seja, às 8h. Os candidatos que se apresentar após o fechamento dos portões será automáticamente elimminado do concurso.

Para poder fazer a prova é preciso estar munido de um documento oficial de identificação com foto. De acordo com o edital serão considerados documentos oficiais e originais de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares (ex-Ministérios Militares), pelas Secretarias de Segurança, pelos Corpos de Bombeiros, pelas Polícias Militares e pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.); passaporte; carteiras funcionais do Ministério Público, Magistratura, da Defensoria Pública e outras carteiras expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valem como identidade; e a Carteira Nacional de Habilitação.

Ainda de acordo com o edital, Boletim de Ocorrência, Protocolos não serão aceitas para a aplicação da prova, assim como Certidão de Nascimento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação emitida anteriormente à Lei Federal N.º 9.503/97, Carteira de Estudante, Crachás, Identidade Funcional de natureza pública ou privada, cópias dos documentos citados, ainda que autenticadas, ou quaisquer outros documentos não constantes deste Edital.

Durante o período de realização do Exame Intectual, não será permitido ao candidato o uso de óculos escuros, boné, chapéu, gorro, lenço, fazer uso ou portar, mesmo que desligados, telefone celular, pagers, bip, agenda eletrônica, relógio, calculadora, walkman, notebook, palmtop, ipod, tablet, gravador, ponto eletrônico, transmissor/receptor de mensagens de qualquer tipo ou qualquer outro equipamento eletrônico, qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos ou entre estes e pessoas estranhas, oralmente ou por escrito, assim como não será permitida anotação de informações relativas às suas respostas (copiar gabarito) fora dos meios permitidos, uso de notas, anotações, livros, impressos, manuscritos, códigos, manuais ou qualquer outro material literário ou visual. O eduital alerta que o descumprimento desta instrução implicará na eliminação do candidato.

PM e Corpo de Bombeiros da Paraíba

Telefone celular, rádio comunicador e aparelhos eletrônicos dos candidatos, enquanto na sala de realização do exame, deverão permanecer desligados, tendo sua bateria retirada, sendo acomodados em local a ser indicado pelos fiscais de sala.

No caso dos telefones celulares, do tipo smartphone, em que não é possível a retirada da bateria, os mesmos deverão ser desligados sendo acomodados em local a ser indicado pelos fiscais de sala. Caso tais aparelhos emitam qualquer vibração ou som, o candidato será eliminado do Concurso.

Os candidatos devem ficar atentos pois é vedado o ingresso de candidato na sala do exame portando arma de fogo ou objetos similares, mesmo que possua o respectivo porte.

Demais pertences pessoais serão deixados em local indicado pelos fiscais durante todo o período de permanência dos candidatos no local do exame, não se responsabilizando a PMPB, o CBMPB e o IBFC por perdas, extravios ou danos que eventualmente ocorrerem.

O IBFC recomenda que o candidato leve apenas o documento original de identidade, caneta azul ou preta de material transparente, para a realização do exame.

Concorrência e número de vagas da PM

O número de inscritos é quase 40% maior do que o registrado no concurso de 2014 (58.969 inscritos) e teve um aumento de mais de 150% em relação ao concurso de 2008, quando pouco mais de 30 mil pessoas demonstraram interesse em concorrer para fazer parte da corporação.

A maior concorrência foi registrada para o Comando do Policiamento Regional Metropolitano de João Pessoa, com 81,98 candidatos por vaga para candidatos do sexo masculino e 319,95 por vaga, no feminino.

Na região de Campina Grande, a concorrência ficou em 69,31 candidatos por vaga no masculino e 237,55 no feminino. Já na região do Sertão, foram 59,63 por vaga no masculino e 272,40 para o feminino.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar registrou no masculino 55,53 candidatos por vaga para a região metropolitana de João Pessoa; 36,33 na região de Campina Grande; e 36,50 no Sertão. Já no feminino, foram 133,75 candidatas por vaga na região de João Pessoa; 86,50 na região de Campina Grande; e 67,75 no sertão.

Ao todo, o Governo do Estado oferece mil vagas para as duas corporações, com 400 no total para a região de Campina Grande, 346 para a Região de João Pessoa e 254 para o Sertão.