Enem 2018: a relação de crianças com TV motiva questão de sociologia

Dica por Jean Pierre, professor de Sociologia do Século Colégio e Curso

Um volume imenso de pesquisas tem sido produzido para tentar avaliar os efeitos dos programas de televisão. A maioria desses estudos diz respeito a crianças – o que é bastante compreensível pela quantidade de tempo que elas passam em frente ao aparelho e pelas possíveis implicações desse comportamento para a socialização. Dois dos tópicos mais pesquisados são o impacto da televisão no âmbito do crime e da violência e a natureza das notícias exibidas na televisão.

GIDDENS, A. Sociologia. Porto Alegre: Artmed, 2005.

>>> De olho na vaga: veja todas as dicas do Século Colégio e Curso para a prova do Enem 2018

O texto indica que existe uma significativa produção científica sobre os impactos socioculturais da televisão na vida do ser humano. E as crianças, em particular, são as mais vulneráveis a essas influências, porque:

  • A) codificam informações transmitidas nos programas infantis por meio da observação.
  • B) adquirem conhecimentos variados que incentivam o processo de interação social.
  • C) interiorizam padrões de comportamento e papéis sociais com menor visão crítica.
  • D) observam formas de convivência social baseadas na tolerância e no respeito.
  • E) apreendem modelos de sociedade pautados na observância das leis.

Resolução e comentário

C – As crianças não respondem por si e por isso não são capazes se criticar as informações recebidas.