Após reunião com MP, prefeitura de Patos anuncia manutenção de concurso com 298 vagas

Após uma reunião com o Ministério Público da Paraíba (MPPB), nesta terça-feira (11), o prefeito em exercício de Patos, Bonifácio Rocha (PPS), anunciou que o concurso público da cidade está mantido. Havia uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para que a seleção fosse suspensa por conta do excesso de gastos do município com folha de pessoal.

“A reunião foi extremamente frutífera a situação foi apreciada pelas duas partes, tanto pela prefeitura como pelo Ministério Público. O município de Patos ainda está com excesso da lei de responsabilidade fiscal, o que gera a necessidade de medidas urgentes, mas como o prefeito vai ter um prazo de três ou quatro meses para tomar as medidas necessárias eu acredito que essa suspensão não seja necessária”, afirmou o promotor Alberto Cartaxo.

A orientação do TCE era para que o concurso fosse adiado até que o município atingisse o limite prudencial de gastos, com base na lei de responsabilidade fiscal. Mas depois da orientação da promotoria, ficou definido que todo o cronograma será mantido normalmente.

“Recebi a orientação de que está tudo certo com concurso público e que ele pode acontecer normalmente sem ocasionar problemas futuros para a prefeitura. Então está mantido o concurso público e agora vamos apenas esperar pelo despacho do promotor. Esta situação foi resolvida por meio do bom senso do Ministério Público e eu fico mais tranquilo com relação a problemas futuros que porventura possam vir a acontecer porque eu não dou um passo além da legalidade”, destacou o prefeito Bonifácio Rocha.

O concurso já teve seu período de inscrições encerrado no dia 2 de Setembro e as provas objetivas estão previstas para acontecer em 21 de outubro, em locais a serem divulgados pela comissão do concurso. Mais de 15 mil pessoas se inscreveram para concorrer às 298 vagas.