Concurso para Fuzileiro Naval e da Escola Naval oferecem 1.330 vagas na Marinha do Brasil

Fuzileiro navalOs concursos da Marinha do Brasil, com inscrições abertas, oferecem 1.330 vagas em várias cidades do Brasil. O Comando Pessoal de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil (CPesFN) oferecem 1.300 vagas para candidatos do sexo masculino, destas 260 são reservadas para candidatos negros. Para este concurso as inscrições, devem ser feitas pela internet, até o dia 30 de março. Já a Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) ofecere 30 vagas, 18 exclusivas para o sexo masculino e 12 para candidatas do sexo feminino. As inscrições devem ser feitas, pela internet, até o dia 31 de de março.

Fuzileiro Naval

Para ingressas no curso de formação de Soldados Fuzileiros Navais para as Turmas I e II de 2018, o candidato deve ter entre 18 anos completos e 21 anos, até 1º de janeiro de 2018, e altura entre 1,54m e 2,00m.

Os candidatos aprovados no concurso e classificados dentro do número de vagas serão matriculados no C-FSD-FN e o realizarão na condição de Recruta Fuzileiro Naval (RC-FN). Durante o curso, o recruta perceberá o valor, aproximado, de R$ 854,00 por mês, como ajuda de custo para suas despesas pessoais. Mediante a aprovação no Curso, o candidato será nomeado Soldado Fuzileiro Naval (SD-FN), quando passará a perceber a remuneração inicial da ordem de R$ 1.758,00.

As vagas estão distribuídas entre Unidades da Marinha localizadas no Rio de Janeiro, com 698 vagas; Brasília-DF com 140 vagas; Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande-RS, com 75 vagas; Grupamento de Fuzileiros Navais de Belém-PA, com 80 vagas; Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário-MS, com 75 vagas; Batalhão de Operações Ribeirinhas de Manaus-AM, com 80 vagas; Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal-RN, com 60 vagas; Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador-BA, com 6o vagas; e no Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica de Aramar-SP com 32 vagas.

O concurso constará de seis etapas, sendo: exame de escolaridade (prova objetiva), verificação de dados biográficos, verificação de documentos, inspeção de saúde, teste de suficiência física e exame psicológico.

O exame de escolaridade será constituído de 50 questões de língua portuguesa (25) e matemática (25), e será realizado às 10h do dia 30 de maio de 2017. O candidato realizará a prova na cidade indicada no preenchimento do formulário de inscrição. Os locais de prova serão divulgados posteriormente nos Órgãos Executores da Seleção e no site da Marinha do Brasil.

O resultado do exame de escolaridade sairá a partir de 12 de julho de 2017, pelo site oficial do concurso. O curso de formação terá a duração de aproximadamente 17 semanas e será conduzido no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), localizado no Rio de Janeiro (RJ) e, simultaneamente, no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (CIAB), localizado em Brasília (DF).

Escola NavalEscola Naval

Para concorrer as vagas para o Corpo de Intendentes da Marinha, os interessados devem ter 18 anos completos e menos de 23 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2018, além de ter concluído, com aproveitamento, o curso de ensino médio ou equivalente ou estar em fase de conclusão até o fim de 2017. A remuneração dos aspirantes será de R$ 1.054,00 nos primeiros anos de ingresso, passando para R$ 1.372,00 no último ano do curso.

As inscrições devem ser feitas no site da Marinha do Brasil até o dia 31 de março. O concurso terá etapas de prova objetiva, inspeção de saúde e teste de aptidão física. As provas escritas serão realizadas nas cidades de Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luis/MA, Rio Grande/RS, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Cuiabá-MT, Brasília/DF, São Paulo/SP e Manaus/AM, em dia, local e horário a serem informados a partir de 26 de abril de 2017.

O ciclo escolar, realizado pelo aluno na graduação de Aspirante da Marinha tem duração de 4 anos letivos, sob regime de internato. Cada ano letivo compreenderá um período de verão onde ocorre o estágio de adaptação para os Aspirantes do 1º ano, o Estágio de Sobrevivência no Mar, o Estágio de Sobrevivência na Selva e outros para os Aspirantes do 2º ano e Viagens de Instrução para os Aspirantes do 3º ano; e um período acadêmico que tem atividades de ensino, treinamento físico e formação militar-naval.