Concurso da Defensoria Pública da União com 143 vagas é cancelado

O concurso público da Defensoria Pública da União, que estava oferecendo 143 vagas para provimento imediato, foi cancelado, de acordo com nota oficial publicada na última sexta-feira (8). De acordo com a nota, “a medida se justifica em razão de o Sistema de Pessoal Civil da Administração Pública Federal – SIPEC não mais registrar, no quadro de pessoal da DPU, nenhum dos 393 cargos vagos de que o Órgão dispunha quando do lançamento do referido edital, o qual previu 143 vagas para provimento imediato, conforme autorização prevista na Lei n.º 13.115/2015 – Lei Orçamentária Anual”.

Ainda segundo a nota, “importa informar que o conjunto desses cargos havia sido redistribuído para a DPU por meio das Portarias do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG n.ºs 2.649/2010, 3.045/2009 e 3.155/2011. A DPU, a fim de resguardar o interesse dos candidatos e, consequentemente, das pessoas vulneráveis que necessitam de um serviço de assistência jurídica integral e gratuita estruturado, envidará todos os esforços necessários ao restabelecimento do certame. Mais informações serão divulgadas oportunamente”.

As inscrições do concurso estariam abertas até esta segunda-feira (11). Para os graduados, merece destaque o cargo de analista técnico- administrativo, função destinada a graduados em qualquer formação. Entre os profissionais específicos, a DPU oferece chances para arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em Comunicação Social (Jornalismo). A remuneração era de R$5.266,18, exceto para economista, que receberá R$6.348,27.